Notícias Fecomercio

23 de novembro de 2017

Estoques estão adequados para 52,5% dos empresários do comércio, aponta FecomercioSP


Apesar da queda de 3,2% no índice de estoques, proporção se mantém acima dos 50% pelo sétimo mês consecutivo

A retomada da atividade econômica permanece em curso em novembro, conforme previsões da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e desempenho dos principais indicadores da Entidade. É o que mostra o Índice de Estoques (IE) do comércio varejista na Região Metropolitana de São Paulo, que registrou queda de 3,2%, passando de 108,5 pontos em outubro para 105,1 pontos em novembro.

A queda ocorreu por causa do aumento da proporção de empresários com estoques abaixo do desejado. Em relação ao mesmo mês de 2016, quando o índice atingia 102,1 pontos, houve um aumento de 2,9%. Assim, a proporção de empresários que considera o nível de estoques adequado alcançou 52,5%, mantendo-se acima dos 50% pelo sétimo mês consecutivo, contra uma média histórica pré-crise de 60%.

Os dados compõem o Índice de Estoques (IE), da FecomercioSP, que capta a percepção dos varejistas sobre o volume de mercadorias estocadas nas lojas, e varia de zero (inadequação total) a 200 pontos (adequação total). A marca dos 100 pontos é o limite entre a inadequação e a adequação.

A parcela de empresários que afirma estar com estoques acima do adequado se manteve no mesmo patamar de outubro, com leve queda de 0,4 ponto porcentual (p.p.), resultando em 31,6%. Os que afirmaram estar com o nível de mercadorias abaixo do ideal aumentou 2,1 p.p., atingindo 15,8%. Em relação a novembro de 2016, o crescimento foi de 2,6 pontos porcentuais. Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias