Notícias Fecomercio

22 de novembro de 2017

Desemprego entre jovens brasileiros supera o dobro da média global


Cerca de 30% das pessoas com até 24 anos estarão sem trabalho no fim deste ano

O desemprego entre os jovens no Brasil é o maior nos últimos 27 anos. De acordo com os dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), cerca de 30% dos jovens brasileiros estarão sem trabalho no fim de 2017, o que é um valor duas vezes acima da média internacional.

Segundo a OIT, o desemprego entre jovens no mundo é de 13,1% e a situação no País só equivale às taxas registradas nos países árabes, que tiveram um crescimento no desemprego devido à crise política e social partir de 2011.

Entre as mais de 190 economias analisadas pela organização, 36 tiveram uma situação pior que o Brasil, como a Síria (30,6%) e Haiti (34%). Para a OIT, a queda no crescimento da economia brasileira, a informalidade e as incertezas de investimento foram fatores que contribuíram para o aumento do desemprego em geral, inclusive entre os jovens.

A situação do País afetou a média de toda a América Latina, que teve o maior salto de desemprego no mundo. O continente encerrará este ano com o maior nível de desemprego desde 2004, com uma taxa de 19,6% entre os jovens contra um índice de 14,3% registrado em 2013.

Em todo o mundo, um total de 70,9 milhões de pessoas com até 24 anos estão sem trabalho. Para a OIT, o número deve aumentar em 2018 com 71,1 milhões de jovens desempregados.

 

 

Voltar para Notícias